..os entornos das penteadeiras das Vovós!

Hoje nosso bate-papo será nos entornos das penteadeiras mais charmosas que nos recordamos, desde criançinhas… os detalhes que herdamos e nos remetem a uma energia ímpar que passam de geração para geração.

Quem num gosta de entrar no quarto da avó e ficar olhando os pratinhos de jóias da semana, ou os do dia a dia, todos espalhados com paninhos de leves bordados, cores e perfumes, lembro muito daquele cheirinho de talco, saudades gostosas.

Baseado nisso, eu invadi a cristaleira da minha, e antes que outros netas tomassem posse das tais louças de casamento e fiz um resgate para compor minhas arrumações com recordações, porque, apesar de amar  jóias ao chegar em casa gosto de me despir de todas elas, daí me veio essa boa herança e como está em alta usar peças antigas para compor nossas decorações ousei nessas delicatessens (até presentes de casamento dos bisas) ornando os meus banheiros e as prateleiras por onde for ter o conforto e o apoio de guarda-las a salvo e com requinte. Faça o seu resgate, também!

Vivemos um momento de carência no reuso e essas louças são muito charmosas e devem ser usadas com outras finalidades, mesmo que estejam incompletas faltando seus pares… a xícara ou o seu pires.

A moda é usá-las! 

Detalhes que na hora de receber fazem a diferença para a sua visita que já se identifica e se apoia com essas delicadezas espalhadas pelos aparadores e lavabos, temos um grande mundo a explorar nos quesitos cantinhos das vovós.

 

 

 

 

 

 

 Fotos retiradas do PintRest e Goolgle.

Sobre o Autor: Stefane Favoretti

Designer de interiores curiosa no quesito da decoração, uma caçadora de tendências apaixonada por inspirações.

Leave a Reply

Your email address will not be published.