Projeto Lobby de Entrada na Mostra Sustentável – Lobby de Arte

Minha primeira preocupação ao participar deste projeto foi honrar a iniciativa de deixar um legado positivo a Instituição de caridade, comecei com uma entrevista de necessidades a Clínica de Serviço de Saúde antiga “clínica Psiquiátrica” e descobri suas oficinas de trabalho: vitrais, marcenaria, serralheria, dança, canto, pinturas, bordados, artes e outras, e à partir dessa visita técnica resolvi deixar para a casa uma galeria de arte montada para que possam acontecer pós mostra editais tratando a autossuficiência dessa instituição.

Em seguida sabemos que os mais renomados quadros são de artistas que na sua maioria sofriam de depressão ou problemas psíquicos levando a minha inspiração a cidade berço das artes e do surgimento deste tipo de tratamento manicomial a querida Firenze na Itália, trouxe de inspiração a madeira rústica da Ponte Vecchio junto as vitrines das delicadas jóias contendo um balcão de vitral, remetendo as galerias a pedra carrara para um par de vasos de direita e esquerda deste balcão sobreposto por demolição ainda explorando esse tema o xadrez e o rodapé de 50 cm da Santa Luzia Molduras fizeram a vez da imponência arrojada no tom rupestre da nova coleção Colours, além dos vasos em dourado envelhecido dando acabamento ao verde, a primeira preocupação naquele ambiente foi apenas restaurar e trazer para o belo do séc. XXI as curvas da arquitetura Neoclássica de época daquele edifício de 1923, o teto em madeira de lei talhado foi restaurado, conforme matéria anterior “Restauração em madeira de lei antiga” e preservando a clareza e uniformidade com as paredes, porém tivemos muita assimetria e o que adornou perfeitamente com os elementos escolhidos.

A proposta de simetria ficou para as paredes de entrada e saída do ambiente, na qual criamos uma desconstrução desde o rodapé até abaixo da  prateleira na altura da porta para adornar com as principais telas dos editais (paredes de destaque), explorando as curvas de época da casa introduzi o verde dos jardins nas entradas das janelas e ousamos com as persianas de bambu num efeito avermelhado “cerejeira” (conforme matéria anterior, Persianas Biodegradáveis, Amorim…) que deu ares sofisticados aquela composição de época sem quebrar a concordância, ao vitral de remédios que estava entre a ambiente e outro incluímos como tela dentro da exposição dos quadros daquela parede.

Nossa intensão foi alcançada em deixar a galeria com a iluminação, persianas, acabamento dos rodapés e trilhos portugueses da Stas.

 

Ambientes da Mostra + sustentavel 2018
Ambientes da Mostra + sustentavel 2018
Ambientes da Mostra + sustentavel 2018
Ambientes da Mostra + sustentavel 2018

Sobre o Autor: Stefane Favoretti

Designer de interiores curiosa no quesito da decoração, uma caçadora de tendências apaixonada por inspirações.

Leave a Reply

Your email address will not be published.