Salone del Mobile Milano 2017 – o que teve

Se você é da área ou um apaixonado por arquitetura, design e decoração, já conhece o Salone Internazionale del Mobile. Para você que chegou agora neste mundo que tanto nos encanta, o evento é a feira que apresenta inovação, tecnologia, cultura e tendências, em Milão, na Itália.

Este ano, o salão aconteceu entre os dias 4 e 9 de abril, trazendo continuidade nas tendências de funcionalidade e estética contemporânea.

A feira se espalha por diversas áreas da cidade. A mais antiga e conhecida é o Isaloni – Salão Internacional do Móvel de Milão, que acontece em pavilhões mais retirados do centro da cidade, mais precisamente no Centro de Exposições de Rho, e reúne as mais famosas marcas do gênero no mundo e seus lançamentos.

INSPIRAÇÃO SAMURAI

Um dos destaques da Milano, nesta edição, foi a empresa Natuzzi, que trouxe novidades na linha Kendall (casamento entre as salas de estar e jantar). Resgatou nas mobílias a inspiração oriental com “frisos metálicos” representando o corte das espadas dos Samurais. Maravilhoso, não?

QUEREMOS CONFORTO

O conforto ficou por conta dos sofás, que esbanjaram tecnologia adaptando suas formas para o corpo dos usuários. As cadeiras de vários materiais diferentes continuam na tendência do “Composê”. E olha o veludo aí dominando de novo. Muito lindo este azul.

MADEIRA É SEMPRE MADEIRA

Outros designers também brilharam em Milão. Temos o sucesso do nosso querido Jader Almeida com a sua coleção “Sollos” invadindo as tendências com seus traços minimalistas e a imponência da madeira Nogueira. E ainda, seus lustres com muita transparência quase desaparecem no ambiente.

TECNOLOGIA

Nossa admiração está nas Poltronas Cocoon feitas a partir da impressora 3D dos Irmãos Campana, na Galleria “Futuro House Louis Vuitton”. Os Campana são dois brasileiros queridíssimos na área de Design com um currículo incrível em peças exclusivas.

 

Mais algumas da Galeria Louis Vuitton: aramado tipo pergolado. Uma escolha que se tornou elegante nas mãos dos artistas e contribui com mais elementos para o nosso leque de opções. No revestir ou finalizar lamentamos o uso de couro, mas temos a opção dos courinos para explorar.

A Lástika na versão couro saindo do elástico e vindo no couro glamouroso de Louis Vuitton.

No exagero do luxo a versão jardim suspenso.

D`aurredo, a brincadeira com a criatividade segue nas pinturas ou adesivos com objetos. O Abstrato toma conta dos detalhes.

CRIANÇAS E O DESIGN

Brincando com o lúdico, já que os tradicionais clássicos quartos infantis têm um custo alto para  pouco tempo de uso, os Montessorianos possibilitam baixo custo e ótimo aproveitamento do espaço e tempo. A criança pode ter “tudo ao seu alcance”.

A  Kartell Kids ousou nas mobílias infantis dando novas formas e contornos. Com design moderno e elegância, o investimento em peças únicas abre margens aos “mimos maternos”, no espaço dedicado às nossas crianças.

Ainda neste tema, as novidades não param. Os antigos e tradicionais brinquedos infantis estão de volta. Os cavalinhos de balanço de madeira agora no acrílico, e os animais, invadem contudo esse espaço, trazendo “Eames” com novas versões e utilidades.

Kartel Contamination veio na versão plastificada: luminárias e uma cadeira com uma fantástica cor metalizada surpreendeu a todos. Isso tudo, usando matérias-primas renováveis.

Objetos e móveis apareceram na feira em muitas cores. Porém, estamos achando que viveremos a tendência 50 tons de verdes e rosas.

Quanto aos espelhos, vitrais, metal e pedras, vimos originalidade no moderno “industrial” de Jaime Haion. Designer espanhol que inspirado no Crystal Palace, trouxe uma versatilidade de materiais num combinado de texturas que arrancou suspiros dos visitantes.

Quanto às luminárias, vimos que o menos realmente é mais. Poucos traços e cores, mas muita transparência colocando o vidro em alta. Em suas formas múltiplas, o respeito ao vintage se apresenta nas  lâmpadas de Thomas Edson.

Opções em outros materiais estavam presentes, mas em cor sempre sóbria, neutra, nada extravagante.

Além disso, tivemos tons terrosos, estampas mix, geométrico e texturas. Um verdadeiro oásis de inspirações com múltiplas escolhas.

É de Milão que emergem as tendências, mas a decoração anda cada vez mais democrática e basta você se inspirar, respirar fundo, e criar o seu estilo com o que quiser.

Sobre o Autor: Stefane Favoretti

Designer de interiores curiosa no quesito da decoração, uma caçadora de tendências apaixonada por inspirações.

2 comments to “Salone del Mobile Milano 2017 – o que teve”

You can leave a reply or Trackback this post.

Leave a Reply

Your email address will not be published.